O Tijolo Visto na Arquitetura de Madrid

junho 01, 2015
admin

Alguns meses atrás estivemos na Espanha, e como nossa paixão é o tijolo, notamos as diferentes aplicações de cerâmica vermelha que são usadas em design de exteriores. E que lugar seria melhor do que Madrid? O tijolo é muito frequente nesta cidade e o interessante é que encontramos diversas aplicações, que vão desde o estilo herreriano até a arquitetura moderna.

Na maioria dos casos, nos deparamos em frente a monumentos que, gracas à combinação de tijolos e revestimentos com estilo mudéjar, que apesar de ser austeros, davam um ar imponente. O jogo geométrico que realizam os espanhóis com os tijolos é muito estético.

Alguns dos edifícios modernos que mais gostamos têm uma mistura de materiais com muito contraste. Sendo propostas mais ousadas, deram um giro interessante, um deles é o Caixa Forum que, pela combinação de vegetação, metal, vidro e, por suposto, tijolos, constitui um ponto de referência da arquitetura de Madrid.

Em outras ocasiões, vemos edifícios mais simples e práticos, mas o que mais chamou nossa atenção é que o uso do tijolo visto estrutural não só se aplica a edifícios funcionais, mas também muitos dos principais edifícios monumentais também usam este material. Um claro exemplo é o famoso Museu do Prado.

Outro espaço que nos encantou foi o Matadouro Madrid. Este conjunto de 48 edifícios é o antigo matadouro municipal, que atualmente é utilizado como um espaço de arte e cultura onde se realizam todo tipo de exposições, atividades e eventos.

Se caminham por qualquer das ruas de Madrid, é só olhar em volta para perceber as várias aplicações de tijolos que se realizam nas casas.

E é claro que também encontramos aplicações de tijolo visto no design de interiores. Mostramos aqui algumas delas.

Sin comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>